ALAORPOETA

ALAORPOETA

20 maio 2014

DESPERTAR ENTRE CUMES






















dormiu pelada na guimba
de um cometa anatômico
anjo negro arsenal erótico
chicote de estrelas caindo
sobre depilados grandes lábios

puta que pariu o dia
partiu ao chafariz do caos
madres superioras
capitães do mato
só dormem de calça jeans


Alaor Tristante Júnior

Ilustração: pintura "fantasmagoria" de Iberê Camargo

2 comentários:

  1. Caramba, fiquei um bom tempo sem receber nada seu....doentim? espero que não. kkkk dormiam.
    Anjo negro amigo, é quase igual ao carcará: pega e come...só não mata.Eu sei porque sou um...melhor fui um deles
    Obs. A Rita Lavoyer disse que vc vai participar do sarau em homenagem ao Zé Geraldo; fiquei contente.
    abração

    ResponderExcluir
  2. Alô, poeta: confesso minha ignorância: não entendi muito do poema, mas senti a essência, a pulsação ...abraços ...

    ResponderExcluir