ALAORPOETA

ALAORPOETA

09 setembro 2013

AH! O AMOR!


























Estava nuvem quando me encontraram
só para dizer que eu era gente
com a cabeça na lua...

Esculpi o tempo de pérolas
me encontraram quase orgulho
só para dizer que eu era gente
de coração muito duro...

Corri pelos mares rosa
fantástica dos que procuram
Deus ou Diabo ao meu lado
insistia que eu era gente
cheia de pecados...

Era fogo mergulhado em água
quando uma mulher apaixonada
saiu de dentro de mim
só para dizer que me amava...

Também não era gente
era minha outra metade...

Alaor Tristante Júnior

Ilustração: pintura de Oswaldo Guayasamín


3 comentários:

  1. Deus e o diabo...
    Metade homem, metade mulher...
    fogo e água....
    Pergunto: é a chamada dualidade do mundo ou você bebeu?

    ResponderExcluir
  2. é isso aí, somos tudo pela metade, metade anjo, metade demônio, não existe nada inteiro, até o mundo é metade ordem, metade desordem, há quem diga que viemos do caos.
    gostei muito da poesia.
    um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Menino de cabeça na lua! Quando tomará jeito? Adolescente batalhando duro , cavando o coração da ostra para gerar uma escultura satisfatória, mas não passando de um coração de pedra; um ser cheio de pecados, balançando entre Deus e o demônio. O fogo e Água uma dualidade que se opõe e se completa... O achado da outra metade!. Parabéns ! Abraços M. Luzia

    ResponderExcluir