ALAORPOETA

ALAORPOETA

29 agosto 2012

RECONSTRUÇÃO





















infância:
o sorvete na praça
o futebol das tardes
o azul da pipa:

eu é que não tenho mais vontade...

namoro:
o primeiro beijo
o segundo beijo
infinitos beijos:

anticorpos nascem na boca...

casamento:
o instinto amor
a beleza dos frutos
construção de um lar:

operários da Natureza...

sociedade:
o progresso
a casa o carro
as aparências:

o sucesso mora no espelho...

passatempo:
passa o tempo
renasce sempre
a infância namoro casamento sociedade:

nós é que nos tornamos ausentes...

a fuga do tempo
apaga o desejo
por fim até o tempo
na fuga se acaba.

Alaor Tristante Júnior

Ilustração: pintura de Katelyn Alain

5 comentários:

  1. Devemos nos reconstruir para evitar que não estejamos mais presente em nós mesmos. Vale como reflexão!

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  2. Vote, na infância faltou muita coisa: os piões, guerra de mamona com estilingue, nadar na prainha la no baguaçu pescar bagre no chiqueiro da prefeitura...na fase de namoro os anticorpos nasciam na boca mas em outros lugares...meu, se nao fosse a frademicina. Quanto ao resto, como disse o Caetano: tempo, tempo, tempo...
    Parabnéns.

    ResponderExcluir
  3. Olá , passei pela net encontrei o seu blog e o achei muito bom, li algumas coisas folhe-ei algumas postagens, gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, e espero que continue se esforçando para sempre fazer o seu melhor, quando encontro bons blogs sempre fico mais um pouco meu nome é: António Batalha. Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que haja muita felicidade e saude em sua vida e em toda a sua casa.
    PS. Se desejar seguir o meu blog,Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir.

    ResponderExcluir
  4. naveguei nos seus versos, muito bonitos... bjuuu

    ResponderExcluir
  5. A infância é o nosso maior algoz, porque nela aprendemos que o mocinho sempre vence no final.. Ai crescemos e vemos o quanto fomos enganados.. Mocinhos não existem, somente imbecis travestidos de bons moços... amém!!!

    ResponderExcluir