ALAORPOETA

ALAORPOETA

27 agosto 2009

DIA DE NATAL...


















Amanheceu
me levanto
abro a janela
chove lá fora
aqui dentro
o calendário
marca Natal...
será Natal
lá fora também?
Esperava uma festa
muitos abraços
rua repleta
pessoas sorrindo
crianças brincando
sol refletindo...
mas não há sol
só a chuva
que triste cai...
não pode ser Natal
somente aqui dentro
no meu calendário
tem que ser Natal
lá fora também...
através da janela
a rua é deserta
tudo tão quieto
será que esquecem
que hoje é Natal?
Onde está a alegria
o Papai Noel
as crianças sorrindo
exibindo felizes
na calçada
seus presentes?
Cadê todo mundo
meu pai
minha mãe
minha vó
meus primos
meus vizinhos
onde estão?
Chove lá fora
aqui dentro
o calendário
marca Natal...
por que será
que não é Natal
lá fora também?
Quando eu era
bem pequeno
nada era assim
tudo diferente
mais vivo
mais alegre...
quando acordava
meu presente
já estava nos pés
de minha cama
e ao meu lado
avistava sempre
minha mãe
sorrindo pra mim!
Hoje é Natal
eu sei que é
apesar da chuva
apesar do silêncio
mas só no calendário
na vida não
porque na vida
só há solidão!

Alaor Tristante Júnior



Ilustração: pintura de Walter Langley

7 comentários:

  1. Lindo!
    Parabéns Alaor. vou seguir seu blog.
    http://palavrasdedhara.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. oi alaor gostei do seu texto sobre o Natal, enfim a solidão sempre está presente apesar de toda festa! parabéns! marianice paupitz nucera. coordenadora do grupo experimental. feliz festas para voce!!!

    ResponderExcluir
  3. Então é Natal
    O que vc fez?
    O ano termina...
    E começa um feliz 2010 pra vc.

    ResponderExcluir
  4. Nossa é o próprio relato da realidade muito profundo. Parabéns eu adorei. Espero te encontrar então no natal, não só no calendário, mas lá fora também.

    ResponderExcluir
  5. Mudamos a data do calendário quando ela nos persegue. O meu Natal foi antes de ontem. Na próxima semana eu vou comprar um presente de Natal só para mim. Vou comemorar o Natal olhando o meu calendário, na próxima semana, porque ele marcará a mesma data todos os dias,
    quando eu desejo ver a minha data predileta estampada nele. Estou vendo o sol atrás dos pingos da chuva. É o arco-íris anunciando o Natal bem na frente dele.
    Feliz Natal, Alaor.
    A você e a toda a sua família, um feliz Natal.

    ResponderExcluir
  6. Bonito, Alaor!

    E assim são tantos. O mundo mudou para pior. Agora o Natal se comemora só, e dentro de nós.

    Belo poema!

    Mirze

    ResponderExcluir
  7. Olá Alaor! Bom revê-lo, mesmo que seja virtualmente. Seu poema é mesmo intimista e sua visão do Natal foi exposta de maneira objetiva, o que contrasta umpouco com sua veia poética. Alegrei-me por senti-lo na ativa, embora distante de nosso convívio. Apareça! gostaremos muito de ouvir suas outras novas poesias. Abraços, Lula.

    ResponderExcluir